Quem Somos

Não sou um fotógrafo profissional nem mesmo um amador. Sou apenas um" caçador de imagens" que desde muito jovem se sentiu atraído pela fotografia, passando a fazer parte do meu quotidiano.

 Quando comecei a viajar pela Europa, “ à boleia “, ainda aluno do secundário, estava-se em 1953, levava na  mochila uma Voigtlander Vitessa e com ela captei inúmeras imagens dos países ocidentais e  de alguns do leste europeu. Em ambas as regiões ainda eram visíveis sinais expressivos da destruição causada pela II Guerra Mundial. Infelizmente essas fotos foram-se deteriorando ao longo do tempo e hoje em dia não têm um mínimo de qualidade para serem expostas.

Em 1961,  concluído o 3º ano da  licenciatura em Ciências Políticas e Sociais,  fui chamado a cumprir o serviço militar e mobilizado para a ex Guiné Portuguesa, actual Guiné Bissau, onde os Ventos da História resultantes das conclusões da Conferência de Bandung (Indonésia) / 1955 se tinham começado a fazer sentir através do apoio internacional aos Movimentos Independentistas.

A minha experiência de comando de um pelotão integrando militares portugueses e nativos, em igual número, foi extremamente enriquecedora e, embora em clima de guerra, moldou-me fortemente o carácter e levou-me a acreditar que a multirracialidade é um dos pilares  em que deve assentar a sã e pacífica convivência entre os diferentes povos e raças da Humanidade.

Durante os 25 meses em que permaneci  neste pedaço de solo africano foi minha companheira inseparável, nos bons e maus momentos, uma câmara KONIKA S que me permitiu captar a diversidade étnica e religiosa do “chão” que corresponde à actual Guiné Bissau, verdadeiro  “moisaco humano polícromo”, e o convívio harmonioso de brancos e negros ainda que em cenário de conflito armado.

Estas imagens pela importância que revestem para mim, encontram-se agrupadas autonomamente em “MEMÓRIAS” tal como foram captadas há cerca de 50 anos sem qualquer manipulação e por isso com as deficiências resultantes da sua “velhice”.

Finda a Comissão, regressei a Portugal. Entretanto conclui os 2 anos que faltavam para obter a minha licenciatura, abracei a carreira profissional na Área das TI, concretamente como Técnico e posteriormente como Gestor de Sistemas de Informação, e constitui FAMíLIA, tornando-me exclusivamente Repórter fotográfico da Vida familiar, registando os seus momentos mais marcantes,  férias, nascimento do filho e dos netos, convívio com os Amigos e viagens por Portugal e pelo Mundo.

Só muito recentemente, com a PERDA INESPERADA da minha mulher e companheira inseparável ao longo de 40 anos voltei à Fotografia como hobi.

Neste Sítio, pretendo dar a conhecer as imagens que vou captando sem pretensiosismos e ao mesmo tempo homenagear a MEMÓRIA da minha Mulher e Companheira Gabriela.

Também, todas as outras fotos que submeto à Vossa apreciação respeitam a “regra de ouro” que impus a mim próprio – AUSÊNCIA DE MANIPULAÇÃO.
 
         Jorge Ferreira


2013 Jorge Ferreira Todos os direitos reservados